Bottom

A região

Localizada no coração de Portugal, a Região Vitivinícola do Tejo é de direito próprio uma das mais antigas regiões produtoras de vinho de Portugal. O seu nome está inevitavelmente associado ao do rio que a atravessa, o Tejo, que é sem dúvida o elemento dominante desta região, contribuindo de forma decisiva para a excelência dos seus vinhos, quer pelos terroirs onde as vinhas crescem, quer pelo seu clima.

Vinhos certificados

2000

Vinhos certificados

Produtores vinícolas

87

Produtores vinícolas

Prémios nacionais

1510

Prémios nacionais

Prémios internacionais

715

Prémios internacionais

Os vinhos

São muitos os magníficos vinhos produzidos no Tejo. Dos incontornáveis brancos aos reconhecidos tintos, sem esquecer os licorosos ou os espumantes. Todos únicos, mas com características muito próprias que os diferenciam dos demais. Sejam as castas escolhidas ou os terroirs onde as vinhas crescem, cada vinho do Tejo é especial.

Quinta da Alorna Colheita Branco

Branco

Quinta da Alorna Vinhos, Lda.

Quinta da Alorna

Fernão Pires, Arinto, Sauvignon Blanc

Adega Alentejana

VINIFICAÇÃO
Colheita separada de cada casta, desengace e prensagem suave. O mosto clarificado fermenta em cubas de inox a temperatura controlada consoante a origem aromática de cada casta. Após o lote final, o vinho é estabilizado e filtrado antes do engarrafamento.

NOTAS DE PROVA
Cor amarela esverdeada. Aroma de frutos tropicais e citrinos predominando o ananás e limão integrados com ligeiro toque vegetal do Sauvignon Blanc. Sabor fresco e citrino, muito delicado, bom volume de boca a equilibrar a acidez. Final de boca vivo e agradável.

GASTRONOMIA
Servir a 8 – 10ºC, a acompanhar saladas, sushi, peixes delicados e churrasco.

Ficha Técnica

Quinta da Alorna Colheita Tinto

Tinto

Quinta da Alorna Vinhos, Lda.

Quinta da Alorna

Syrah, Alicante Bouschet, Castelão, Tinta Roriz

Adega Alentejana

VINIFICAÇÃO
Castas vindimadas separadamente, desengace total e esmagamento. Durante a fermentação alcoólica à temperatura de 23º C, o mosto é sujeito a várias remontagens de modo a extrair os aromas e compostos fenólicos das peliculas. Inicia-se a fermentação maloláctica e permanece em estágio em cubas de inox até ao momento do lote final. É colado e filtrado antes do engarrafamento.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi carregado. Aroma com sugestões de fruta vermelha madura, notas de chocolate e ligeiro toque a especiarias. Sabor rico em fruta, denso na boca com taninos redondos.

GASTRONOMIA
Servir a 15 – 17ºC, a acompanhar risotto, barbecue e enchidos regionais.

Ficha Técnica

Lutra Branco

Branco

Quinta da Alorna Vinhos, Lda.

Lutra

Fernão Pires, Arinto, Sauvignon Blanc

Adega Alentejana

VINIFICAÇÃO
As uvas selecionadas provenientes da Região do Tejo são em grande parte da Quinta da Alorna e as restantes de parceiros que possuem vinhas, maioritariamente plantadas nas margens do rio Tejo. Após desengace e suave esmagamento, as uvas são encaminhadas diretamente para a prensa, o mosto é clarificado e inicia-se a fermentação alcoólica. Mantendo a forte influencia do Rio Tejo, a Quinta da Alorna continua a trabalhar as uvas de forma genuína até à garrafa.

NOTAS DE PROVA
Cor amarelo citrino. Nariz harmonioso onde sobressaem aromas sugestivos de ervas do rio e brisa do Tejo. Boca frutada e mineral a lembrar as areias do Tejo.

GASTRONOMIA
Servir a 10 – 12ºC, a acompanhar camarão do rio, enguias fritas e choco frito.

Ficha Técnica

Lutra Tinto

Tinto

Quinta da Alorna Vinhos, Lda.

Lutra

Fernão Pires, Arinto, Sauvignon Blanc

Adega Alentejana

VINIFICAÇÃO
As uvas selecionadas provenientes da Região do Tejo são em grande parte da Quinta da Alorna e as restantes de parceiros que possuem vinhas, maioritariamente plantadas nas margens do rio Tejo. Após desengace e suave esmagamento, as uvas são encaminhadas diretamente para a prensa, o mosto é clarificado e inicia-se a fermentação alcoólica. Mantendo a forte influencia do Rio Tejo, a Quinta da Alorna continua a trabalhar as uvas de forma genuína até à garrafa.

NOTAS DE PROVA
Cor amarelo citrino. Nariz harmonioso onde sobressaem aromas sugestivos de ervas do rio e brisa do Tejo. Boca frutada e mineral a lembrar as areias do Tejo.

GASTRONOMIA
Servir a 10 – 12ºC, a acompanhar camarão do rio, enguias fritas e choco frito.

Ficha Técnica

Quinta da Alorna Reserva Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon

Tinto

Quinta da Alorna Vinhos, Lda.

Quinta da Alorna

Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon

MinhaBebida.com Vino Mundi

VINIFICAÇÃO
As uvas, exclusivamente da Charneca, provêm de vinhas com 35 anos de idade. Colhidas separadamente, entram em maceração pelicular a frio durante 2 dias. Segue-se a fermentação alcoólica com leveduras selecionadas a temperatura controlada a 23ºC. As duas castas estagiam separadamente durante 12 meses em barricas de 2ª e 3ª utilização de carvalho americano e francês. O lote final é filtrado antes do engarrafamento.

NOTAS DE PROVA
Cor púrpura. Aroma intenso a violetas e groselha madura da Touriga, com especiarias próprias do Cabernet e complexidade dada pelo estágio em madeira. Corpo equilibrado e redondo, confirma-se na boca o carácter floral e frutos pretos maduros. O final de boca é Intenso com excelente persistência.

GASTRONOMIA
Servir a 16-18ºC a acompanhar pratos de caça, cabrito, borrego ou outras carnes condimentadas.

Ficha Técnica

Casa Cadaval Trincadeira Preta Vinhas Velhas

Tinto

Casa Cadaval S.A.

Casa Cadaval

100% Trincadeira Preta

4u.wine

VINIFICAÇÃO
As uvas colhidas manualmente provêm de uma vinha arbusto com mais de 70 anos. A vinificação é desencadeada por uma extracção a frio, fermentando depois as uvas em lagares, durante 2 semanas. O estágio é feito em tonel de 500 litros de carvalho francês, cerca de 12 meses, por forma a garantir a identidade da sua origem.

NOTAS DE PROVA
Este vinho revela a identidade única da Casa Cadaval e do seu terroir. Tem um aroma distinto, destacando-se o carácter frutado e condimentado, associado a aromas de folhas secas, balsâmico e cedro. Elegante, com excelente acidez e taninos sedosos, apresenta um final longo e persistente.

GASTRONOMIA
Servir a 17-18ºC. Harmoniza bem com carneiro assado, pratos de carne delicados e queijos.

Ficha Técnica

Casa Cadaval Pinot Noir

Tinto

Casa Cadaval S.A.

Casa Cadaval

Pinot Noir

Vivino

VINIFICAÇÃO
A colheita é feita em meados de Agosto, procedendo-se a um desengace total das uvas. A Fermentação ocorre em cubas de inox, com temperatura controlada, seguida de uma maceração pelicular durante 1 semana, sem qualquer extração mecânica. O vinho estagia 6 meses, em barricas de carvalho francês usadas, e 6 meses de estágio em garrafa.

NOTAS DE PROVA
Boa concentração, com os aromas da casta presentes, sobressaindo as notas de amora preta, cereja e cassis, com alguma especiaria. É um varietal que expressa bem a elegância que associamos ao Pinot, com boa frescura, equilibrado, taninos suaves e com boa profundidade.

Ficha Técnica

Casa Cadaval Reserva Tinto

Tinto

Casa Cadaval S.A.

Casa Cadaval

Touriga Nacional, Alicante Bouchet, Trincadeira e Merlot

n.d.

VINIFICAÇÃO
As uvas colhidas manualmente são selecionadas na vinha. A vinificacão ocorre a uma temperatura controlada de 26/27ºC, em Lagares, permitindo um maior contacto e extração. Para uma integração equilibrada da madeira, este vinho estagia em barricas usadas de carvalho francês, por cerca de 12 meses.

NOTAS DE PROVA
Cor granada intensa, com aroma a fruta preta madura, notas de violetas e especiaria. Elegante, encorpado, com excelente estrutura e equilíbrio, final longo epersistente.

Ficha Técnica

Casa Cadaval Cabernet Sauvignon

Tinto

Casa Cadaval S.A.

Casa Cadaval

Cabernet Sauvignon

Vivino

VINIFICAÇÃO
Após colheita manual, é feito um desengace total das uvas. A Fermentação ocorre em cubas de inox, com temperatura controlada de 28ºC, seguida de uma maceração pelicular c/ “delastage” diário, durante 2 semanas. O vinho estagia 16 meses em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
Cor granada, com aroma intenso a frutos pretos maduros, com notas de pimento e especiaria. Boa estrutura e concentração, excelente acidez, com taninos envolventes e um final longo e persistente.

Ficha Técnica

Casa Cadaval Reserva Branco

Branco

Casa Cadaval S.A.

Casa Cadaval

Arinto, Viognier

n.d.

VINIFICAÇÃO
As uvas após a colheita são mantidas numa camara de frio, cerca de 24 horas, antes da prensagem. A vinificação é feita separadamente, fermentando em barricas de carvalho francês. Após a fermentação, o vinho permanece nas barricas “sur lies”, com “batonnage” semanal, durante 6 meses.

NOTAS DE PROVA
Fino e elegante, com aromas de pomo branco maduro, alperce, notas tropicais, com tosta ligeira, bem integrada. Apresenta boa estrutura, volume, fresco e mineral, com uma acidez equilibrada. Elegante e de final longo.

Ficha Técnica

Falcoaria Fernão Pires Vinhas Velhas

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

100% Fernão Pires

Conceito Português

VINIFICAÇÃO
Seleção rigorosa das melhores uvas provenientes de vinhasvelhas com mais de 65 anos. Estágio em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
Vinho de notas cítricas e tropicais, em conjugação perfeita com a madeira, com uma ótima acidez natural que lhe dá um grande equilíbrio e longevidade no estágio em garrafa.

GASTRONOMIA
Bom como aperitivo, a acompanhar pratos de peixe gordo e mais elaborados, bem como mariscos. Servir entre os 9ºC e os 11ºC.

Ficha Técnica

Falcoaria Grande Reserva

Tinto

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Alicante Bouschet & Syrah

Verdemar

VINIFICAÇÃO
O primeiro Grande Reserva da casa, feito a partir de uvas de vinhas muito velhas de Alicante Bouschet e Syrah de vinha mais jovem, é pisado a pés em lagar, com 18 meses de estágio em barrica.

NOTAS DE PROVA
Cor ruby intenso. Nariz de excelente intensidade aromática, destaque para as notas de especiarias em conjugação com notas de frutos silvestres, bem maduros. Suaves notas de cacau e tabaco. Boca com início elegante, evoluindo para um vinho sério com excelente dimensão e estrutura compacta composta por taninos poderosos, mas de textura fina, tudo em perfeita harmonia com frescas notas de frutos silvestres. Um vinho distinto que termina elegante e muito persistente, possuindo ainda uma excelente capacidade de evolução em garrafa.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar pratos de carne sofisticados e de caça.

Ficha Técnica

Falcoaria Tinto

Tinto

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Castelão, Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon

Conceito Português

VINIFICAÇÃO
Parte das uvas, provenientes das vinhas com mais de 50 anos (castas portuguesas), fermentam em lagares de cimento com pisa a pé. Estágio em barricas de carvalho francês durante 13 meses.

NOTAS DE PROVA
Vinho de cor vermelha intensa, aroma a fruta preta, como cassis e ameixa seca. Pleno de fruta em boca, conjugada com as notas evidentes a madeira. Taninos bem definidos, conferindo uma óptima estrutura e persistência. Boa capacidade de evolução em garrafa.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar pratos de carne sofisticados e de caça. Servir entre os 16ºC e os 18ºC.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Branco Merlot

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Merlot

n.d.

VINIFICAÇÃO
Vinificação em cubas de aço inoxidável com rigoroso controlo de temperaturas de fermentação.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi intensa. Aroma intenso a notas de fruta preta madura, ligeiro apontamento condimentado. Início subtil e elegante. Ótimo volume de boca, com uma textura frutada, como ameixas e mirtilos. Taninos macios. Acidez média.

Quinta do Casal Branco Touriga Nacional

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

100% Touriga Nacional

n.d.

VINIFICAÇÃO
A Touriga Nacional é vindimada manualmente para palotes de plástico alimentar de 200Kg. Após esmagamento, a fermentação ocorre em depósitos de cimento, com temperatura controlada entre os 25ºC e os 28ºC. Estágio em cuba de inox, até engarrafamento.

NOTAS DE PROVA
Cor: Cor vermelha viva. Nariz: Notas florais, violeta, cassis. Intenso. Boca: Repetem-se as notas florais, nos aromas retronasais, em conjunção com um vinho de taninos suaves, medianamente encorpado e persistente. Bom exemplo das características aromáticas da casta. Sem estágio em barricas.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Branco Alvarinho

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

100% Alvarinho

Zona Sul

VINIFICAÇÃO
Colheita manual. Desengace, esmagamento e prensagem com máxima proteção do oxigénio. Decantação em cuba – 8ºC durante 48 horas. Fermentação em cuba de inox com temperatura controlada entre os 12ºC – 14ºC durante 20 dias. Estágio em cuba de inox.

NOTAS DE PROVA
Produzido a partir de uvas de uma só vinha da casta Alvarinho, este vinho tem distintos aromas a frutos citrinos e a flor de laranjeira. No palato é envolvente, bem equilibrado, com um final mineral e persistente.

GASTRONOMIA
Ideal como aperitivo, a acompanhar pratos ligeiros, peixes grelhados, mariscos ou pratos orientais. Deve ser servido a uma temperatura de 9ºC a 11º C.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Branco Sauvignon Blanc

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

100% Sauvignon Blanc

Super Nosso

VINIFICAÇÃO
Colheita manual. Desengace, esmagamento e prensagem com máxima proteção do oxigénio. Decantação em cuba – 8ºC durante 48 horas. Fermentação em cuba de inox com temperatura controlada entre os 12ºC – 14ºC durante 20 dias. Estágio em cuba de inox. 20% do lote fermentou e estagiou em barricas usadas de Carvalho Francês (segunda e terceira utilização).

NOTAS DE PROVA
Cor citrina com notas esverdeadas. Carácter vegetal bem presente, notas de pimenta verde, espargos e lima. Ótima frescura e acidez. Repetem se as notas herbáceas, típicas da casta. Final longo e equilibrado.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar pratos de peixe, crustáceos, queijos e culinária japonesa.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Branco Red Blend

Tinto

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Syrah, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon

Super Nosso

VINIFICAÇÃO
Vinificação a partir de uvas selecionadas. A fermentação é feita em prensas tradicionais, incorporando as técnicas mais modernas de pisa. Estágio em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
Cor violeta intensa. Nariz com notas de fruta silvestre, ligeiro apontamento especiado. Início subtil, elegante, tanto no aroma como em boca. Ótimo volume de boca, com uma textura sedosa. Ligeiras notas fumadas. Conjunto muito bem definido, reflexo puro do terroir.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar carnes vermelhas, arroz de patos, massa com molho de tomate e alguma carne.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Branco Cabernet Sauvignon

Tinto

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

100% Cabernet Sauvignon

Zona Sul

VINIFICAÇÃO
Todas as uvas são totalmente desengaçadas e ligeiramente esmagadas, sendo depois prensadas, em prensa pneumática com total proteção do oxigénio. A fermentação ocorre em depósitos de cimento revestidos com epoxy, com temperatura controlada entre os 24ºC – 26ºC. O vinho estagia durante 12 meses em cubas de inox (70%) e barricas de carvalho francês (30%).

NOTAS DE PROVA
Cor violeta intensa. No nariz, notas de pimentos verdes, ligeiro apontamento condimentado. Início subtil, elegante, tanto no aroma como em boca. Ótimo volume de boca, com uma textura sedosa. Ligeiras notas fumadas. Conjunto muito bem definido, reflexo puro do terroir.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Branco Fernão Pires

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Fernão Pires, Sauvignon Blanc

n.d.

VINIFICAÇÃO
Colheita manual. Desengace, esmagamento e prensagem com máxima proteção do oxigénio. Decantação em cuba – 8ºC durante 48 horas. Fermentação em cuba de inox com temperatura controlada entre os 12ºC – 14ºC durante 20 dias. Estágio em cuba de inox.

NOTAS DE PROVA
Cor citrina com notas esverdeadas. Notas tropicais – alperce, pêssego, maracujá e lima. Exuberante no nariz. Excelente início de prova, com notas aromáticas persistentes envolvidas numa excelente frescura. Continua vivo e vibrante. Muito cativante.

Ficha Técnica

Terra de Lobos Rosé

Rosé

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Touriga Nacional e Syrah

Super Nosso

VINIFICAÇÃO
Vindima manual, transporte em palotes de plástico alimentar de 400 Kg. Sem maceração. Prensagens suaves. Fermentação em depósito com temperatura controlada entre os 13ºC – 15ºC. Estágio em depósito.

NOTAS DE PROVA
Cor rosa médio – pálido. Muito rico no aroma, destaque para os aromas de fruta fresca, morango, framboesa, em conjugação com notas adocicadas de rebuçado. De novo, destaque para a intensidade aromática, em harmonia com uma excelente acidez, que lhe confere vivacidade, frescura e persistência.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar comida mexicana, cataplana de mariscos e sushis de salmão entre outros.

Ficha Técnica

Terra de Lobos Branco

Branco

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Fernão Pires e Sauvignon Blanc

Zona Sul

VINIFICAÇÃO
O Fernão Pires, proveniente de uma vinha com 40 anos, é vindimado manualmente e transportado para a adega em palotes de plástico alimentar, de 200 Kg. O Sauvignon Blanc, é vindimado mecanicamente e provem de uma vinha mais jovem, com 12 anos.

NOTAS DE PROVA
Cor citrina. Explosão de aromas no nariz, com destaque para notas de maracujá e alperce, conjugadas com um carácter mais fresco e vegetal, dado pelo Sauvignon Blanc. Destaque para a ótima frescura e acidez, dando a este vinho equilíbrio, elegância e uma persistência média-longa.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar peixes, crustáceos, queijos e culinária japonesa.

Ficha Técnica

Terra de Lobos Tinto

Tinto

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco

Castelão e Cabernet Sauvignon

Zona Sul

VINIFICAÇÃO
Parte das uvas de Castelão provêm de uma vinha com 50 anos. São vindimadas manualmente para palotes de plástico alimentar de 400 Kg. O restante Castelão e Cabernet Sauvignon, provenientes de vinhas mais recentes, são vindimados à máquina, preferencialmente durante a noite, com temperaturas mais frescas. Após esmagamento, a fermentação ocorre em depósitos de cimento, com temperatura controlada entre os 24ºC e os 26ºC.

NOTAS DE PROVA
Cor vermelha viva. Nariz com notas de fruta fresca; cassis e frutos vermelhos em conjugação com notas florais ligeiras. Vinho de acidez moderada, equilibrado e com taninos suaves que lhe conferem uma persistência média e um final médio – longo. Harmonioso e fácil.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar massas, risotto de cogumelos, pizzas.

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Branco

Branco

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Verdelho, Fernão Pires, Arinto

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, prensagem pneumática, decantação a frio, fermentação a temperatura controlada e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Temperatura: 9 a 10ºC. Acompanha bem peixe ou marisco.

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Rosé

Rosé

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Touriga Nacional, Syrah

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, prensagem pneumática, decantação a frio, fermentação a temperatura controlada e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Patés, saladas, massas, peixe ou marisco, asiática. Temperatura: 9 a 10ºC.

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Tinto

Tinto

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Touriga Nacional, Alicante Bouchet, Touriga Franca

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, esmagamento, maceração e fermentação a temperatura controlada, fermentação malolática,parcialmente estagiado em carvalho Americano, filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Temperatura: 17ºC. Acompanha bem queijos ou carnes vermelhas

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Private Collection Branco

Branco

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Verdelho

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, prensagem pneumática, decantação a frio, fermentação a temperatura controlada e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Temperatura: 9 a 10ºC. Acompanha bem peixe ou marisco

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Private Collection Tinto

Tinto

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouchet

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, maceração e fermentação em lagares mecânicos a temperatura controlada, fermentação maloláctica, estagiado em barricas de carvalho Francês e Americano e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Queijos ou carnes vermelhas. Temperatura: 17ºC.

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Reserva Branco

Branco

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Chardonnay, Arinto

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, prensagem pneumatica, decantação a frio, fermentação a temperatura controlada parcialmente em madeira, estabilização e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Temperatura: 10 a 12ºC. Acompanha bem peixe, marisco e carnes brancas.

Ficha Técnica

Casal da Coelheira Reserva Tinto

Tinto

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Casal da Coelheira

Touriga Nacional, Touriga Franca, Cabernet Sauvignon

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, maceração e fermentação em lagares mecânicos a temperatura controlada, fermentação maloláctica, estagiado em barricas de carvalho Francês e Americano e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Servir à temperatura de 17ºC. Acompanha bem queijos ou carnes vermelhas.

Ficha Técnica

Mythos Tinto

Tinto

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Mythos

Touriga Nacional, Touriga Franca, Cabernet Sauvignon

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, maceração e fermentação em lagares mecânicos a temperatura controlada, fermentação maloláctica, estagiado em barricas de carvalho Francês e Americano e filtração.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Servir à temperatura de 17ºC. Acompanha bem queijos ou carnes vermelhas.

Ficha Técnica

Terraços do Tejo Branco

Branco

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Terraços do Tejo

Fernão Pires

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, prensagem pneumática, decantação a frio, fermentação a temperatura controlada e filtração

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Acompanha bem pratos de peixe ou marisco. Temperatura: 9 a 10ºC.

Ficha Técnica

Terraços do Tejo Tinto

Tinto

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

Terraços do Tejo

Aragonês, Syrah , Castelão

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, maceração e fermentação em cubas de inox a temperatura controlada, fermentação maloláctica e filtração

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Temperatura: 16 a 18ºC. Acompanha bem massas, pastas ou carnes brancas e vermelhas.

Ficha Técnica

Cabeça de Toiro Reserva Tinto

Tinto

Enoport Wines

Enoport Wines

Touriga Nacional, Castelão e Syrah

Pão de Açucar Carrefour Mambo Mega Adega Kanguru Tenda Atacado

VINIFICAÇÃO
Desengace total, maceração pelicular prolongada, fermentação alcoólica a 28°C. Estágio de 9 meses em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
Cor granada intensa. Aroma abundante em frutos vermelhos bem maduros, com agradáveis notas tostadas. Sabor frutado, macio, encorpado com final harmonioso.

GASTRONOMIA
Ideal para acompanhar pratos de peixe assado, carnes brancas e vermelhas e queijos de estrutura média. Servir à temperatura de 18°C.

Ficha Técnica

Fiuza Premium Tinto

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Alicante Bouschet

O Português

VINIFICAÇÃO
Maceração pós-fermentativa prolongada em depósito de cimento. Envelhecimento em barricas de carvalho francês novo durante 8 meses.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi intensa e profunda. Aroma sedutor a ameixa madura e amoras selvagens. Paladar intenso com sabor a madeira tostada, menta e um pouco de chocolate. Final longo e estruturado.

GASTRONOMIA
Acompanhamento ideal para todo o tipo de carnes temperadas, queijos intensos e pratos complexos. Servir a uma temperatura entre os 16 e 18°C.

Ficha Técnica

Fiuza 3 Castas Tinto

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Touriga Nacional, Syrah, Cabernet Sauvignon

Pão de Açúcar

VINIFICAÇÃO
Maceração para extração suave de taninos.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi. Notas de especiarias e frutos silvestres, com leve frescura. Paladar aveludado, frutado e com taninos suaves. Agradável estrutura final.

GASTRONOMIA
Acompanhamento ideal para todo o tipo de carnes, queijos suaves e pratos de massa. Servir a uma temperatura entre os 16 e 18°C.

Ficha Técnica

Fiuza Native Reserva Tinto

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon

Pão de Açúcar

VINIFICAÇÃO
Maceração para extração suave de taninos. Envelhece parcialmente em barrica de carvalho.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi. Aroma a ameixa, com um toque de chocolate, café. Paladar aveludado, com frutado e taninos suaves. Agradável estrutura no final.

GASTRONOMIA
Acompanhamento ideal para todo o tipo de carnes, queijos suaves e pratos de massa. Servir a uma temperatura entre os 16 e 18°C.

Ficha Técnica

Fiuza Native Branco

Branco

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Arinto, Chardonnay e Fernão Pires

Pão de Açúcar

VINIFICAÇÃO
Estágio sobre borras finas com battonage.

NOTAS DE PROVA
Cor amarela citrina. Aroma frutado com notas de citrinos e melão. Paladar fresco com uma acidez natural, notas a fruta com alguma complexidade.

GASTRONOMIA
Consumir como aperitivo ou com peixe grelhado, marisco e refeições leves. Servir a uma temperatura entre os 11 e 13°C.

Ficha Técnica

Fiuza Cabernet Sauvignon

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Cabernet Sauvignon

O Português

VINIFICAÇÃO
Maceração pré-fermentativa prolongada em depósito de cimento. Envelhecimento em barricas de carvalho francês durante 8 meses.

NOTAS DE PROVA
Cor granada profunda. Aroma herbáceo, amoras, pimentos verdes. Paladar encorpado, com taninos maduros. Final de boca longo, complexo e bem estruturado.

GASTRONOMIA
Acompanhamento ideal para pratos de carne vermelha e com confeção elaborada, caça, queijos fortes e pratos condimentados. Servir a uma temperatura entre os 16 e 18°C.

Ficha Técnica

Fiuza Alvarinho

Branco

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Alvarinho

O Português

VINIFICAÇÃO
Estágio sobre borras finas.

NOTAS DE PROVA
Cor: Amarelo palha pálido. Aroma: Fruta cítrica e tropical com alguma mineralidade. Paladar: Fresco com uma acidez equilibrada e final longo.

GASTRONOMIA
Excelente como aperitivo e recomendado para todo o tipo de carnes brancas, marisco, peixe grelhado, queijos suaves como Mozarela ou Burrata, Sushi e Sashimi. Temperatura de consumo: 11ºC - 13ºC.

Ficha Técnica

Fiuza Rosé

Rosé

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Cabernet Sauvignon, Touriga Nacional

O Português

VINIFICAÇÃO
Leve prensagem das uvas tintas seguida de fermentação em cuba com temperatura controlada.

NOTAS DE PROVA
Cor: Rosa salmão. Aroma: Notas florais e violeta, combinado com um toque a morango. Paladar: Fresco, com fragrâncias a frutos silvestres. Final elegante e extremamente fresco.

GASTRONOMIA
Excelente como aperitivo e recomendado para acompanhar peixe grelhado, marisco e refeições leves. Temperatura de consumo: 11ºC - 13ºC.

Ficha Técnica

Fiuza Touriga Nacional

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Fiuza

Touriga Nacional

Pão de Açucar Vivino

VINIFICAÇÃO
Maceração pré-fermentativa prolongada em depósito de cimento. Envelhecimento parcial em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
Cor: Granada profundo. Aroma: Ameixa madura, com notas de violeta e chocolate. Paladar: Aveludado, com taninos suaves. Encorpado, com final de boca longo e persistente.

GASTRONOMIA
Acompanhamento ideal para pratos de carne vermelha e com confeção elaborada, caça e queijos. Temperatura de consumo: 16ºC - 18ºC.

Ficha Técnica

Ducado do Infante Reserva Tinto

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Ducado do Infante

Touriga Nacional, Alicante Bouschet

Evino Vivino

VINIFICAÇÃO
Maceração pré-fermentativa para extração aromática e de taninos suaves. Estagia parcialmente em barricas de carvalho durante 3 meses.

NOTAS DE PROVA
Cor: Rubi intenso e profundo. Aroma: Notas de ameixas maduras e amoras selvagens. Paladar: Paladar intenso com sabor a madeira tostada, menta e um pouco de chocolate. Final longo e estruturado.

GASTRONOMIA
Acompanhamento ideal para todo o tipo de carnes temperadas, queijos intensos e pratos complexos. Temperatura de consumo: 16ºC - 18ºC.

Ficha Técnica

Eminente Reserva Tinto

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Eminente

Lote de uvas tintas

Evino Vivino

VINIFICAÇÃO
Maceração pré-fermentativa para extração aromática e de taninos suaves. Estagia parcialmente em barricas de carvalho.

NOTAS DE PROVA
Cor: Granada. Aroma: Aroma sedutor a especiarias e fruta preta madura. Paladar: Paladar frutado, com taninos suaves. Encorpado com boa persistência.

GASTRONOMIA
Excelente para acompanhar pratos de carne, massas e queijos suaves. Temperatura de consumo: 16ºC - 18ºC.

Ficha Técnica

Silent Oak Private Collection

Branco

Fiuza & Bright, Lda.

Silent Oak

Lote des castas brancas

O Português Vivino

VINIFICAÇÃO
Estágio sobre borras finas.

NOTAS DE PROVA
Cor: Amarelo esverdeado. Aroma: Nariz tropical com aromas citrinos e florais. Paladar: Paladar fresco com final equilibrado.

GASTRONOMIA
Consumir como aperitivo ou com peixe grelhado, saladas verdes e marisco. Temperatura de consumo: 11ºC - 13ºC.

Ficha Técnica

Silent Oak Reserva Tinto

Tinto

Fiuza & Bright, Lda.

Silent Oak

Touriga Nacional, Alicante Bouschet

O Português Vivino

VINIFICAÇÃO
Maceração pré-fermentativa para extracção aromática e de taninos suaves. Estagia em barricas de carvalho durante 3 meses.

NOTAS DE PROVA
Cor: Granada. Aroma: Aroma sedutor a especiarias e fruta preta madura. Paladar: Paladar frutado, com taninos suaves. Encorpado com boa persistência.

GASTRONOMIA
Excelente para acompanhar pratos de carne, massas e queijos suaves. Temperatura de consumo: 16ºC - 18ºC.

Ficha Técnica

Terra de Touros Arinto

Branco

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Terra de Touros

Arinto de Bucelas

Vivino

VINIFICAÇÃO
n.d.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
n.d.

Terra de Touros Chardonnay

Branco

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Terra de Touros

VINIFICAÇÃO
n.d.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
n.d.

Terra de Touros Merlot

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Terra de Touros

Pinot Noir

Marche.com.br Vivino

VINIFICAÇÃO
n.d.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
n.d.

Terra de Touros Pinot Noir & Touriga Nacional

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Terra de Touros

Pinot Noir, Touriga Nacional

Vivino

VINIFICAÇÃO
Fermentação em cubas com remontagem programada a temperatura controlada de 24°C.

NOTAS DE PROVA
Terra de Touros é um lote de Pinot Noir com Touriga Nacional formando um conjunto harmonioso e aveludado onde predominam as notas florais típicas das castas que lhe deram origem.

GASTRONOMIA
Cozinha típica italiana, hambúrguer e carnes grelhadas. Servir a 17ºC.

Ficha Técnica

Terra de Touros Red Blend

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Terra de Touros

n.d.

Vivino

VINIFICAÇÃO
Fermentação em cubas com remontagem programada a temperatura controlada de 24°C.

NOTAS DE PROVA
No aroma apresenta notas de frutos pretos maduros, revelando no sabor taninos sedosos e sugestão de chocolate.

GASTRONOMIA
Muito versátil, bom com carnes brancas e vermelhas, churrasco, massas ou até mesmo em situações de lazer (sem acompanhar comida). Servir a 17ºC.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Branco

Branco

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Arinto, Fernão Pires

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total seguido de prensagem pneumática e defecação dinâmica. Fermentação em cubas de inox à temperatura controlada de 16°C.

NOTAS DE PROVA
De aspeto lfmpido e cor citrina, apresenta um aroma intenso e jovem sugerindo notas de frutos tropicais e frutos de polpa branca. No sabor confirmam-se todas as notas aromáticas apresentando-se, também, fresco proporcionando um conjunto harmonioso com final longo e persistente.

GASTRONOMIA
Temperatura de serviço: 10ºC. Acompanha bem peixe grelhado, carnes brancas e queijos de pasta mole.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Tinto

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Merlot, Touriga Nacional, Syrah

Vivino

VINIFICAÇÃO
Fermentação em cubas com remontagem programada a temperatura controlada de 24°C.

NOTAS DE PROVA
As uvas vindimadas no ponto ideal de maturação, resultaram num vinho pleno de intensidade aromática, revelando-se complexo e com final persistente.

GASTRONOMIA
Temperatura de serviço: 17ºC. Acompanha bem feijoada, queijos curados e enchidos diversos.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Rosé

Rosé

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Touriga Nacional, Tinta Roriz

Vivino

VINIFICAÇÃO
Desengace total seguido de prensagem pneumática e defecação dinâmica. Fermentação em cubas de inox a temperatura controlada de 16°C.

NOTAS DE PROVA
Vinho de aspeto lfmpido e cor rosada, apresenta um aroma fresco e frutado, sugerindo notas de framboesa e morango. No sabor confirma-se toda a fruta do aroma. Apresenta excelente corpo e frescura proporcionando um conjunto harmonioso com final longo e persistente.

GASTRONOMIA
Temperatura de serviço: 10ºC. Acompanha bem marisco, peixe e carnes brancas.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Chardonnay e Arinto

Branco

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Chardonnay, Arinto

Vivino

VINIFICAÇÃO
The grapes are totally destemmed and pressed by means of a pneumatic press. Must is cleared by static defecation and fermented in stainless steel vats at the controlled temperature of 16ºC. Before the last third of fermentation process, part of the Chardonnay (about 20%) is diverted to new french barrels to end fermentation and ageing for another 3 months, undergoing battonage.

NOTAS DE PROVA
Made with Chardonnay and Arinto grape varieties from our 30 year old vineyard, rooted in fresh alluvial soil. Harvested at the optimum stage of grape maturation to obtain a singular wine, full of aromatic complexity, freshness and structured mouth feel.

GASTRONOMIA
Serving temperature: 12-15ºC (54-59ºF). Best enjoyed with soft cheese, fish and white meats.

Quinta do Casal Monteiro Reserva Tinto

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Touriga Nacional, Syrah, Cabernet Sauvignon

Vivino

VINIFICAÇÃO
The 2016 spring was very cold a rainy, granting these vines enough underground hydric resources to overcome an extremely hot summer with a exceptional maturation conditions. Each of the 3 grapes varieties in this wine was harvested and vinified separately at its own ideal maturation time. Alcoholic fermentation lasted seven days and both the Cabernet Sauvignon and Touriga Nacional musts were kept in extended maceration for one month – Cuvaison - until the end of the malolactic fermentation. Once the vinification period was completed, the wine was blended and aged in new French oak barrels for 16 months.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Serving temperature: 17ºC. Best enjoyed with red meat or strong matured cheese.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Touriga Nacional Unoaked

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

n.d.

Vivino

VINIFICAÇÃO
Vinificado por métodos minimalistas e sem estágio em barrica.

NOTAS DE PROVA
Vinho pleno de concentração e intensidade aromática, revelando-se complexo, bem estruturado e com final persistente.

GASTRONOMIA
Temperatura de serviço: 17ºC. Acompanha bem pratos bem condimentados.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Grande Reserva Branco

Branco

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Fernão Pires

Vivino

VINIFICAÇÃO
A conjugação natural de solos de aluvião, antigamente inundáveis pelo rio Tejo, com a casta Fernão Pires, com mais de 35 anos, desde a sua plantação, conduzidas de modo a potenciar a sua qualidade em detrimento da quantidade, são uma base sólida para a produção de vinhos de excelência, personificados neste Grande Reserva Branco 2018.
Vindimada no seu ponto ótimo de maturação e vinificada com a fermentação alcoólica (F.A.) a decorrer em cerca de 21 dias em cubas de inox com o levantamento das borras (Battonage) durante o último terço da F.A.. Após a F.A. foi efetuado o loteamento final e o vinho seguiu para estágio em barricas novas de Carvalho Francês e Americano durante 9 meses.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Servir a 12ºC. Acompanha bem pratos de peixe de confeção elaborada.

Ficha Técnica

Quinta do Casal Monteiro Grande Reserva Tinto

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Touriga Nacional, Syrah, Cabernet Sauvignon

Vivino

VINIFICAÇÃO
0 ano climático de 2016 foi caraterizado por uma Primavera bastante fria e extremamente chuvosa que permitiu reservas hídricas suficientes para o Verão que foi anormalmente quente e seco, resultando em condições excecionais na maturação das uvas.
Cada casta foi vindimada no seu ponto ótimo de maturação e vinificada em separado, com a fermentação alcóolica (F.A.) a decorrer em cerca de 7 dias. Após a F.A. as castas Cabernet Sauvignon e T. Nacional, ficaram em maceração cerca de 1 mês atá à conclusao da Fermentação o Malo-Láctica - Cuvaison. Após este período foi efetuado o loteamento final e o vinho seguiu para estágio em barricas novas de Carvalho Francês durante 16 meses.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Temperatura de serviço: 17ºC. Acompanha bem queijos de cura prolongada e carnes assadas no forno.

Ficha Técnica

Clavis Aurea Reserva

Tinto

Quinta do Casal Monteiro, Lda.

Quinta do Casal Monteiro

Touriga Nacional, Touriga Franca, Cabernet Sauvignon

Vivino

VINIFICAÇÃO
Elaborado com uvas criteriosamente selecionadas e vinificadas em lote Único desde a vinha até à garrafa. Fermentação em cubas com remontagem programada a temperatura controlada de 25°C. Após F.A. continua em maceração até efetuar a F.M.L. - Cuvaison, seguindo depois para estágio em barricas novas de carvalho Francês e Americana durante 12 meses.

NOTAS DE PROVA
n.d.

GASTRONOMIA
Servir a 17ºC. Acompanhar: Carnes vermelhas, queijos de cura prolongada e enchidos variados.

Ficha Técnica

Contracena Branco de Uvas Tintas

Branco

Quinta da Ribeirinha

Contracena

Castelão

Vivino

VINIFICAÇÃO
A partir da casta tinta Castelão, separou-se o mosto e vinificou-se como se fosse um vinho branco, com controlo de temperatura e leveduras selecionadas, tendo uma parte fermentada em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
De cor citrina, exibe notas tropicais a ananás, banana, lichias e pêssego. É um vinho branco com bom volume de boca, estrutura e taninos redondos, com final fresco e persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Branco

Branco

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Fernão Pireso

Vivino

VINIFICAÇÃO
As uvas foram desengaçadas, fez-se uma maceração pelicular pré-fermentativa e separou-se o mosto lágrima clarificado a 10ºC. Fermentou com controlo de temperatura a 18ºC com leveduras selecionadas.

NOTAS DE PROVA
Da casta Fernão Pires, nasce este vinho de cor citrina com tonalidades esverdeadas e aroma intenso a maracujá, ananás e pêssego. É um vinho frutado, levemente tostado e fresco. Elegante e equilibrado, com estrutura e final persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Rosé

Rosé

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Touriga Nacional, Aragonez

Vivino

VINIFICAÇÃO
As uvas colhidas em Setembro foram vinificadas após desengace e ligeiro esmagamento. O mosto limpo foi decantado a 14ºC durante 48 horas e fermentou a temperatura controlada de 16ºC.

NOTAS DE PROVA
Intenso no aroma, é um vinho frutado, com notas a frutos vermelhos e pêssego, de final macio e persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Tinto

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Trincadeira, Touriga Nacional e Aragonez

n.d.

VINIFICAÇÃO
Proveniente de uvas com bom estado de maturação e uma acidez equilibrada, foi vinificado com controlo de temperatura (24 -26ºC), seguindo-se uma ligeira curtimenta. Estagiou 5 meses em barricas de carvalho. Filtrado a terras e a placas, estagiou em garrafa 6 meses.

NOTAS DE PROVA
Vinho muito elegante, com taninos suaves e aroma a frutos vermelhos bem maduros, bem casados com a baunilha da madeira em que estagiou. De sabor persistente, é um vinho encorpado e gastronómico.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Gewurztraminer

Branco

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

100% Gewurztraminer

Vivino

VINIFICAÇÃO
Após um rigoroso controlo de maturação, as uvas foram colhidas à mão, desengaçadas e procedeu-se a uma maceração pré-fermentativa durante 16h. Separou-se o mosto lágrima e clarificou-se a 12ºC. Fermentou com leveduras selecionadas a 16ºC durante 17 dias.

NOTAS DE PROVA
De cor citrina, com notas tropicais e ligeira mineralidade. É cremoso na boca e tem um final longo e persistente.s

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Riesling

Branco

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

100% Riesling

Vivino

VINIFICAÇÃO
Após um rigoroso controlo de maturação, as uvas foram colhidas à mão, desengaçadas e procedeu-se a uma maceração pré-fermentativa durante 16h. Separou-se o mosto lágrima e clarificou-se a 12ºC. Fermentou com leveduras selecionadas a 16ºC durante 17 dias.

NOTAS DE PROVA
Cor citrina aberta com tonalidades esverdeadas e aroma floral, com notas citrinas e de rebuçado. É um vinho fresco, frutado e persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Cabernet Sauvignon

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Cabernet Sauvignon

Vivino

VINIFICAÇÃO
Esta casta de qualidade, em solo quente e argiloso, deu origem a este vinho de cor rubi com laivos violeta, aroma a pimento verde, tosta, café e pinhão. Surge em harmonia com a tosta da barrica, quente e condimentado, longo e intenso, autêntica seda.

NOTAS DE PROVA
Vindima manual. As uvas, previamente selecionadas com rigoroso controlo de maturação, foram desengaçadas e inoculadas com leveduras e enzimas específicas. Vinificado em lagares, onde fermentou com controlo de temperatura ( 26-28ºC) e com remontagem semi-automática. Estagiou 5 meses em barricas de carvalho francês e 3 meses em garrafa.

GASTRONOMIA
nd.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Reserva Branco

Branco

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Sauvignon blanc, Verdelho, Chardonnay e Gewurztraminer

Vivino

VINIFICAÇÃO
A partir de uvas colhidas à mão, elaborou-se uma maceração pré-fermentativa em cuba rotativa durante 16 horas, fermentou com levedura selecionada a temperatura controlada. Parte do lote fermentou em barricas de carvalho francês. Fez-se "battonage" com borra fina.

NOTAS DE PROVA
De cor citrina com laivos esverdeados, com notas tropicais a ananás, manga e lichias, baunilha ligeira, corpo médio, macio, redondo, fresco, com retrogosto e alguma persistência.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Reserva Tinto

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Trincadeira, Syrah, Cabernet Sauvignon e Aragonez

Vivino

VINIFICAÇÃO
A partir de uvas colhidas à mão, fermentou com leveduras selecionadas à temperatura de 28ºC, em lagares de inox, com pisa a pé durante 4 dias. Após a fermentação malolática, estagiou durante 8 meses em barricas de carvalho.

NOTAS DE PROVA
De cor rubi, é um vinho com aromas a frutos pretos (bagas), frutos secos (avelã e noz), especiarias, café e notas a chocolate. Na boca confirmam-se os aromas sentidos no nariz, é equilibrado, com taninos bem presentes e estrutura média. Tem retro gosto e um final persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Reserva Syrah

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Syrah

n.d.

VINIFICAÇÃO
As uvas colhidas à mão, previamente selecionadas segundo um rigoroso controlo, foram desengaçadas e fermentadas na cuba rotativa com leveduras próprias a 26ºC. Foi efetuada a curtimenta, em ambiente redutor, durante duas semanas, com as massas, realizando-se a fermentação maloláctica. Estagiou 6 meses em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
De cor rubi intenso e nariz expressivo, apresenta aromas de baunilha, especiarias e ligeiros torrados. Mostra-se em boca muito concentrado, boa estrutura em harmonia com volume, dando um final de prova fresco e frutado.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Reserva Touriga Nacional

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

100% Touriga Nacional

Vivino

VINIFICAÇÃO
Após rigoroso controlo de maturação as uvas foram colhidas à mão e desengaçadas à entrada da adega. Foram vinificadas em lagares com enzimas e leveduras específicas para a casta, seguindo-se de uma remontagem em modo de semiautomática. Este vinho estagiou em barricas de carvalho francês durante 8 meses.

NOTAS DE PROVA
Num rubi intenso, as notas florais características da casta associadas à baunilha e especiarias fazem parte dum conjunto equilibrado, redondo e persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Vale de Lobos Grande Escolha Branco

Branco

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Fernão Pires e Chardonnay

Vivino

VINIFICAÇÃO
Após um rigoroso controlo de maturação, as uvas foram colhidas à mão, selecionadas em tapete e desengaçadas. Maceraram em ambiente inerte durante 13h. Separou-se o mosto lágrima e clarificou-se a 12ºC. Fermentou com leveduras selecionadas a 15ºC durante 21 dias em cave. Uma parte (60%) fermentou e estagiou em cascos de carvalho francês e americano durante 7 meses.

NOTAS DE PROVA
De cor palha aberta, devido à maceração pelicular e ao estágio em barricas, exibe notas tropicais de manga, banana e maracujá. É um vinho com corpo, untuosidade, frescura e final muito persistente.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Grande Escolha José e Violante

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah

Vivino

VINIFICAÇÃO
As uvas, colhidas em finais de setembro, foram vinificadas, uma parte do lote em lagar e outra em depósito de inox, com leveduras selecionadas à temperatura de 28ºC, seguindo-se uma maceração pelicular pós-fermentativa durante 4 semanas (em depósito). Durante este processo realizou-se a fermentação malolática. Estagiou 9 meses em barricas de carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
De cor granada, exibe uma riqueza de aromas que nos recordam nozes, pinhões e especiarias com um toque balsâmico de alta intensidade. Na boca tem estrutura envolvente, taninos redondos, com retrogosto e um final longo e elegante.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Vale de Lobos Espumante Branco

Espumante

Quinta da Ribeirinha

Vale de Lobos

Fernão Pires

Vivino

VINIFICAÇÃO
Espumante elaborado pelo método tradicional. O vinho base foi produzido com controlo de temperatura, inoculado com leveduras selecionadas específicas para a produção de espumante, fermentou numa câmara frigorífica por 3 meses. Estagiou em garrafa até ao "degorgement" durante pelo menos 12 meses.

NOTAS DE PROVA
De cor citrina, com bolha fina e persistente, este espumante elaborado pelo método tradicional Champanhês apresenta um carácter frutado, onde os aromas a citrinos e a frutos secos se casam de forma exemplar, evidenciando grande complexidade a par de uma boa acidez e macieza de boca.

GASTRONOMIA
n.d.

Ficha Técnica

Rota de Cabral

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Rota de Cabral

Castelão, Aragonez e Trincadeira

n.d.

VINIFICAÇÃO
Produzido a partir de uvas vindimadas à mão a partir de finais de Setembro, foi feita uma vinificação separada de castas, em cuba de inox, com controlo de temperatura entre os 24-26ºC, seguindo-se uma ligeira curtimenta.

NOTAS DE PROVA
De aspeto límpido, apresenta uma tonalidade violeta concentrado. No nariz é exuberante e intenso, expressando frutos vermelhos e notas de natas. Na boca tem boa entrada, com volume, exibindo harmonia entre uma boa estrutura e uma acidez bem presente e refrescante, num todo pleno de elegância.

GASTRONOMIA
Sirva-o à temperatura de 16ºC, com pastas, carnes vermelhas assadas, ou pratos bem condimentados, coma uma feijoada, ou um cozido a portuguesa.

Ficha Técnica

Ladrilho Branco

Branco

Quinta da Ribeirinha

Ladrilho

Fernão Pires

n.d.

VINIFICAÇÃO
Processo de vinificação chamado de "bica aberta", com uma maceração pelicular pré-fermentativa, decantado pelo frio, fermentou com leveduras selecionadas.

NOTAS DE PROVA
E um vinho de caráter jovem, com uma atrativa cor citrina e aroma floral. Na boca é fresco e apresenta um final bem balanceado.

GASTRONOMIA
Acompanha bem marisco, pratos de peixe e comida japonesa. É um vinho agradável, com uma boa acidez, que deve ser consumido a uma temperatura de 12ºC.

Ficha Técnica

Ladrilho Tinto

Tinto

Quinta da Ribeirinha

Ladrilho

Aragonez, Castelão e Trincadeira

n.d.

VINIFICAÇÃO
Produzido a partir de uvas vindimadas a partir de finais de Setembro, foi feita uma vinificação separada de castas, em cuba de inox, com controlo de temperatura entre os 24-26ºC, seguindo-se uma ligeira curtimenta.

NOTAS DE PROVA
De aspeto lfmpido, apresenta uma tonalidade violeta concentrado. No nariz é exuberante e intenso, expressando frutos vermelhos e notas de natas. Na boca tem boa entrada, com volume, exibindo harmonia entre uma boa estrutura e uma acidez bem presente e refrescante, num todo pleno de elegância.

GASTRONOMIA
Sirva-o à temperatura de 16ºC, com pastas, carnes vermelhas assadas, ou pratos bem condimentados, como uma feijoada, ou um cozido à portuguesa.

Ficha Técnica

Pena Vermelha

Tinto

Santos & Seixo Wines

Pena Vermelha

Touriga Franca, Trincadeira, Touriga Nacional

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengaço total, curtimenta prolongada com controlo de temperatura entre 26-28ºC. Seguida de longa maceração. Barricas de carvalho francês de 1º ano, durante 12 meses. Em garrafa a temperaturas controladas, durante 10 meses, antes da sua comercialização.

NOTAS DE PROVA
Cor vermelha intenso, no nariz aromas florais, frutados, notas mentoladas caraterísticos das castas. No sabor equilibrado, boa relação entre acidez e profundidade, com aromas retronasais presentes.

GASTRONOMIA
Acompanha bem queijos curados e carnes vermelhas. Servir à temperatura de 16ºC.

Ficha Técnica

Portas do Oriente Tinto

Tinto

Santos & Seixo Wines

Portas do Oriente

Castelão, Aragonez e Trincadeira

n.d.

VINIFICAÇÃO
Vindima em Setembro, vinificação com temperatura controlada a 26ºC, 2 deléstages diárias. Estágio em barrica de carvalho francês durante 4 meses.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi intensa, nariz de fruta vermelha fresca combinado com notas florais ligeiras. Na boca é um vinho elegante, equilibrado e com taninos suaves que lhe conferem uma persistência média e um final médio-longo.

GASTRONOMIA
Acompanha pratos de carne, massa e queijos de meia cura. Servir à temperatura de 16ºC.

Ficha Técnica

Portas do Oriente Branco

Branco

Santos & Seixo Wines

Portas do Oriente

Fernão Pires e Arinto

Vivino

VINIFICAÇÃO
Desengace total, decantação estática a frio e fermentação em inox com temperatura controlada a 13%. Estágio em Inox.

NOTAS DE PROVA
Aroma jovem e frutado com notas de fruta tropical e ligeiro vegetal próprio da casta Arinto. Na boca é um vinho suave, saboroso e frutado.

GASTRONOMIA
Acompanha bem marisco, peixe e comida asiática. Servir à temperatura de 8-10ºC.

Ficha Técnica

Portas do Oriente Rosé

Rosé

Santos & Seixo Wines

Portas do Oriente

Aragonês e Touriga Nacional

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, ligeira prensagem e decantação a frio. Fermentação com temperatura controlada 15-16ºC. 6 meses Inox.

NOTAS DE PROVA
Cor salmonada aberta e cristalina, ligeiro vegetal e fruta silvestre. Refrescante na boca com acidez muito equilibrada e final seco.

GASTRONOMIA
Massas, marisco e comida asiática. Servir à temperatura de 10-12ºC.

Ficha Técnica

Cabeço de Pedra Tinto

Tinto

Santos & Seixo Wines

Cabeço de Pedra

Castelão, Aragonez e Trincadeira

n.d.

VINIFICAÇÃO
Desengace total, vinificação em cuba de inox com controlo de temperatura a 26ºC e realização de 2 deléstages diárias. 4 meses em carvalho francês.

NOTAS DE PROVA
Cor rubi intensa, nariz de fruta vermelha fresca combinado com notas florais ligeiras. Na boca é um vinho elegante, equilibrado e com taninos suaves que lhe conferem uma persistência média e um final médio-longo.

GASTRONOMIA
Acompanha bem pratos de carne branca e massa. Servir à temperatura de 16-17ºC.

Ficha Técnica

Os produtores

Criada em 2008, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) conta hoje com mais de 80 associados, entre adegas cooperativas, produtores e engarrafadores, empresas vinificadoras e engarrafadoras da região. A sua principal competência é controlar o cumprimento das regras e a certificação dos vinhos produzidos na região com direito a Denominação de Origem do Tejo (DO do Tejo) e a Indicação Geográfica Tejo (IG Tejo).

Quinta da Alorna Vinhos, Lda.

Quinta da Alorna, 2080-187 Almeirim

Almeirim

alorna.pt

Com 160 hectares e próximas do rio Tejo, as vinhas da Quinta da Alorna beneficiam de uma boa amplitude térmica, fator determinante para a qualidade das suas uvas. Na quinta, a produção assenta em castas como Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet, Fernão Pires, Arinto e Chardonnay, produz os seus vinhos com recurso a novas tecnologias de vinificação. O resultado são produtos com a qualidade, excelência e competitividade que o mercado exige.

Casa Cadaval S.A.

Casa Cadaval, Rua Vasco da Gama, 2125-317 Muge

Muge

casacadaval.pt

Situada a norte de Lisboa, a Herdade de Muge possui um total de 5.500 hectares, dos quais 45 são de vinha. O encepamento é composto maioritariamente por castas autóctones: Trincadeira Preta, Touriga Nacional, Aragonez, Arinto, Alvarinho e Fernão Pires e, em menor percentagem, de castas estrangeiras, Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon, Pinot Noir e Merlot, utilizadas para a produção dos vinhos desta casa, que se destacam pela sua exclusividade e elegância.

Casal Branco - Sociedade de Vinhos, S.A.

Quinta do Casal Branco, EN 118 Km 69, 2080-187 Almeirim

Almeirim

casalbranco.com

Pertencente à mesma família desde 1775, a Quinta do Casal Branco situa-se a norte de Lisboa, tendo 140 hectares dedicados à vinha.
As vinhas beneficiam de um clima que se classifica entre Mediterrâneo e Atlântico, criando as condições são ideaispara a produção de uvas equilibradas com maturações completas que permitem vinhos tintos suaves, ricos, frutados e complexos, e vinhos brancos frescos e aromáticos com perfeita acidez.

Casal da Coelheira, Soc. Agr. Lda.

EN 118 nº1331, 2205-645 Tramagal

Tramagal

casaldacoelheira.pt

Na primeira metade do séc. XX, a dedicação à produção agrícola de diversas culturas fez com que nascesse um ambicioso projeto no Ribatejo que hoje é a paixão familiar de três gerações.
É num clima mediterrânico temperado e de baixa altitude, que as vinhas se distribuem numa área de 64 hectares, com temperaturas que oscilam ao longo de verões secos e invernos rigorosos, oferecendo condições de solo e clima únicas para a produção de uva de elevada qualidade.

Enoport Wines

Rua Mariano de Carvalho, Apartado 215, 2040-901 Rio Maior

Rio Maior

enoport.pt

O Grupo Enoport Wines resultou da união de algumas das mais antigas e prestigiadas empresas de vinho portuguesas - Adegas Camillo Alves, que viria a dar origem ao Grupo Enoport Wines, as Caves Monteiros e Cavipor, Caves Dom Teodósio, Caves Velhas, Caves Moura Basto e Caves Acácio - todas elas com cariz familiar e cada uma detendo uma especialidade vincada e definida que lhes valeu o reconhecimento nacional e internacional.

Fiuza

Travessa do Vareta nº11, 2080 - 184 Almeirim

Almeirim

fiuzabrightpt.com

Fundada por Joaquim Fiuza, a Fiuza é uma empresa familiar que está hoje a ser gerida pela 3ª geração da família Fiuza. Conta com quase um século de existência e uma longa tradição na produção e comercialização de vinho em Portugal e no estrangeiro. Foi pioneira na abordagem à nova enologia, produzindo e comercializando vinhos autênticos, que exprimem as castas e o terroir de que são originários. É hoje uma referência no mercado português e líder na região do Tejo.

Quinta do Casal Monteiro,Lda

Estrada Municipal 1, 2080-201 Almeirim

Almeirim

casalmonteiro.pt

Estabelecida em 1979, a Quinta do Casal Monteiro produz edições limitadas de vinhos oriundos exclusivamente da vinha própria. A vinha está plantada sobre solo fértil de aluvião em plena Lezíria do Tejo. Estas condições vitícolas, aliadas às características do clima sub-Mediterrâneo e à proximidade do rio Tejo, conferem aos nossos vinhos uma identidade muito própria, apresentado em geral boa concentração, excelente acidez e boa aptidão gastronómica.

Quinta da Ribeirinha

Rua Bispo D. António de Mendonça nº17, 2000-533 Póvoa de Santarém

Póvoa de Santarém

quintadaribeirinha.com

Próximas de antigas vilas e castelos, as vinhas e olivais da Quinta da Ribeirinha crescem num contexto unico para a produção de vinhos. A obra é da família Cândido que, em três gerações, soube tirar o melhor partido do solo argilo-calcário, clima mediterrâneo seco com exposição da vinha maioritariamente a sul. A estas características, aliou a inovação e tecnologia da produção integrada, com uso mínimo de químicos e total respeito pela vinha e pela natureza envolvente.

Santos & Seixo Wines

Quinta do Outeiro nº 186, 5030-320 Medrões

Medrões

santoseseixo.pt

A história da Santos & Seixo Wines começou com duas famílias amigas de longa data, que compartilhavam a paixão pelo vinho e a ambição de construir um legado.
Trata-se de um projeto que ambiciona apresentar vinhos de grande qualidade, originários de várias regiões vitivinícolas de Portugal. Na Região do Tejo, apostaram na Encosta do Sobral, localizada nas vinhas mais a norte da região de Tomar, que se distinguem pelos terrenos xistosos e uma localização privilegiada.

Onde comprar

Saboreie um bom copo de vinho, sem sair de casa. Conheça as garrafeiras ou pontos de venda de vinhos que fazem entregas em casa, para todo o país.

4wine
Adega Alentejana
Boníssima
Bretas
Carrefour
Conceito Português
Deli Divinos
DLP
Emporium Bocaiúva
Escritório das Bebidas
Espírito do Vinho
Evino
GBarbosa
Griffe dos Vinhos
Supermercados Mambo
Marche
Mega Adega Kanguru
Mercearia da Praça
MinhaBebida.com
O Português
Lojas Pão de Açúcar
Perini
Prezunic
Quinta do Marquês
Rancho Português
Supermercados Real
Recibom
RM Express
Tenda Atacado
Verdemar
Vino Mundi
Wines and Roses